10 passos para reduzir seu lixo ATÉ SEMANA QUE VEM!

Bom, conforme prometido no meu post anterior, este aqui é dedicado a 10 mudanças que exigem um certo planejamento, mas que você consegue se organizar para mudar entre 7 e 10 dias. 🙂

Vamos lá!


  1. Leve sacolinhas de tecido para comprar frutas e verduras e recuse as sacolas de plástico!
    Não é uma tarefa tão difícil quanto parece. Só exige criatividade! Temos muitas sacolinhas em casa como aquelas vêm com sapatos novos, lembra-se delas? Basta lavar! Ou você pode criar sacolinhas a partir de camisetas velhas (clique aqui para ver uma ideia super criativa)! Ou até mesmo costurar a sua própria sacolinha, que tal? Não é difícil! Eu mesma fiz as minhas:

    2015-04-17 23.46.30                       2015-04-26 16.26.01


  2. Leve potes para comprar frios fatiados na hora e outros itens a granel que não podem ir na sacolinha!
    Sim, querid@, é possível! Veja aí minhas comprinhas! Apenas algumas coisas eu ainda compro embaladas, mas a maioria está em potes de vidro ou papel que são mais fáceis de reciclar e casam impactos menores ao meio ambiente. Os vidros maiores são meus! Eu os levei para os itens em “pó” (como polvilho) que não vão bem dentro das sacolinhas de tecido. 
    DSC_0643

    2015-04-23 18.40.47

    Até presunto de parma é possível pedir para fatiarem no seu potinho! 😉


  3. Compre um coador de café de algodão.
    Já pensou em nunca mais gastar com aqueles filtros de papel? Pois é, antigamente era muito comum usar filtro de algodão. Ainda existem disponíveis para venda em supermercados, por exemplo. Abaixo você vê um pequeno conjunto de filtro com canequinha que comprei recentemente. Não é a coisa mais fofa do mundo? Sem falar que o pó de café pode ser colocado diretamente nas plantas, pois é um excelente adubo natural, cheio de nutrientes! Nada de lixo: nem do filtro e nem do pó! 😉
    wpid-wp-1438214758545.jpeg


  4. Planeje suas compras com antecedência.
    Parece bobagem isso o que eu estou dizendo, mas é muito sério!
    O desperdício de alimentos é um dos maiores problemas hoje em dia no mundo. Por serem produzidos em fazendas ou fábricas isoladas, precisam viajar muito até chegar ao consumidor, o que faz com que boa parte desses produtos se estrague no caminho. Não obstante, os supermercados rejeitam as frutas e os legumes “feios”, resultando num – pasme – desperdício de 40% da produção de frutas e legumes!
    Resumo da ópera: quando comprar algo, compre na quantidade que, de fato, irá consumir! O planeta agradece.


  5. Comece a fazer compostagem doméstica.
    Aqui começam os tabus! Por isso ainda farei um post falando unicamente sobre compostagem. Mas saiba que eu moro num apê de 42m² (ou seja, bem pequeno) e possuo essa composteira com minhocas aí em baixo! Não só você transforma seu lixo orgânico proveniente dos alimentos em adubo, como as minhocas dão uma boa aula de biologia para você! Eu me divirto com elas, de verdade.
    2015-06-06 13.42.04
    Depois de realizar a compostagem e seguir os passos indicados (o pessoal que vende as composteiras dá várias dicas, mas se você quiser criar a sua própria, há tutoriais e dicas na internet a fora), use seu composto para adubar a terra com plantas. Quem sabe não é uma boa oportunidade para começar uma horta em casa?! 😀
    Senão, é possível levar seu adubo para um parque e colocá-lo em baixo das árvores num parque, por exemplo. 🙂


  6. Ande com um copo/caneca e evite os descartáveis.
    Sim! Certamente você tem alguma caneca sobrando aí e que poderia ser usada. Evite as de plástico, pois elas soltam químicos nocivos à saúde, especialmente quando em contato com bebidas quentes!

    wpid-wp-1438291324707.jpeg

    Eis alguns exemplos de canecas que você pode adotar no seu dia-a-dia. Existem até modelos dobráveis por aí, mas eu nunca achei um que eu gostasse. Se eu achar, prometo que ponho aqui! 😉


  7. Comece a reduzir as compras de itens que você pode fazer em casa (e ainda vai economizar muita grana!):
    Pasta de dentes, enxaguante bucal, produtos de limpeza, etc., etc. O céu é o limite!
    Tudo isso você pode fazer em casa com os benefícios de serem todos naturais, sem agredir sua pele, sem que você esteja em contato com tantos produtos químicos. De quebra, você pode comprar quase tudo sem embalagem (a granel) e ainda economiza muito tutu! (Receitas nos próximos posts –> por enquanto visite a página Receitas Caseiras para uma inspiração!) Veja abaixo creme dental e enxaguante bucal, ambos caseiros e super naturais!
    2015-07-22 10.53.21 2015-07-22 12.59.39


  8. Reduza o uso excessivo de algodão para limpeza da pele e opte por alternativas reutizáveis.
    Pode ser um tecido de algodão suave para o rosto, ou um tricô / crochet com algodão cru. Tanto faz! Eu uso algumas dessas alternativas (aliás, o tricozinho aí em baixo fui eu quem fiz) por 3 ou 4 dias e depois ponho para lavar e começo a usar um novo (para o tônico, por exemplo). Você pode lavar junto à sua roupa normalmente, e não precisa se preocupar em ficar comprando algodão e jogando fora!
    wpid-wp-1438214375873.jpeg


  9. (Para mulheres especialmente, mas homens podem se beneficiar desse toque também.)
    Troque as lâminas e a depilação e cera por alternativas que não geram lixo.
    Existem depiladores elétricos. Já vi muita gente postar aquelas lâminas retrôs que são de aço inox com apenas a lâmina que é trocada (e pode ser reciclada) – realmente é uma boa alternativa. No entanto, para quem quer depilação mesmo, eu sugiro os depiladores elétricos. O resultado final é idêntico à depilação com cera e você pode por seus pelos na composteira das minhocas (atenção: não coloque seus pelos/cabelos se tiverem passado por qualquer tratamento químico; isso pode ser prejudicial para a composteira!).
    wpid-wp-1438214483188.jpeg


  10. (Para mulheres apenas) Troque absorventes descartáveis por opções reutilizáveis.
    Como já falamos aqui anteriormente, existem hoje diversas alternativas reutilizáveis e duráveis aos absorventes descartáveis. Existem absorventes de tecido que você pode lavar o banho (e, caso a manha não saia, use água oxigenada 20 volumes até a mancha sair – espere uns 15min, aproximadamente – e depois lave normalmente). Você não só vai evitar que MUITO lixo vá para os aterros, como também vai economizar uma grana preta ao longo da sua vida!
    wpid-wp-1438215483827.jpeg
    Também há os coletores menstruais como o Inciclo aí em cima. Também há outras marcas (mas esse daí é o mais em conta aqui no Brasil, hehe), como o MoonCup, entre outros. Basta fazer uma busca no Google usando a palavra-chave “coletores menstruais” e pronto. Encontre o seu!


Espero que essas dicas possam ajudar você, nov@ zerowaster do pedaço, a se guiar! Como eu disse no início, essas dicas exigem um pouco mais de preparação, mas nada que uma semana você não consiga resolver.

Quaisquer dúvidas, fique à vontade para fazer comentários!

Até a próxima! 😉

10 comentários sobre “10 passos para reduzir seu lixo ATÉ SEMANA QUE VEM!

    • MDAstro disse:

      Que bom que gostou, Laís! Esses dois últimos posts são meio que o coração das dicas sobre como evitar o excesso de lixo. Agora é mostrar em detalhes! Sobre os depiladores, eu uso desde 2008. Leva um tempo para você se acostumar, mas vale a pena. Você pode levar para qualquer lugar! Muito prático! 😀

      Curtido por 1 pessoa

      • Laís @thediabeticviking disse:

        siim, posso imaginar a praticidade! eestava na lista eu comprar um antes de vir pra cá, mas com a correria do casamento e da viagem acabei deixando passar. me incomoda ter que ficar comprando coisas o tempo todo, seja a cera, mesmo. se eles são eficientes, vou procurar um por aqui.
        Estou ansiosa pelos posts detalhados!

        Curtido por 1 pessoa

      • MDAstro disse:

        Laís, o que eu uso é um modelo antigo, mas muito eficiente. São 7 anos com o mesmo aparelho! 😛 Mas tem uns modelos novos da Satinelle que possuem cabeças diferentes e que permitem até que você apare os pêlos, como um barbeador elétrico (inclusive com variar funções diferentes, tipo deixando o pêlo rente à pele – o que pode ser muito bom para áreas muito sensíveis)! Acho que é um ótimo investimento. É mais demorado de usar a função depilação, mas dói menos (porque a área depilada por vez é menor). Eu acho uma boa opção! 😀

        Curtir

  1. Mariana Laureano disse:

    Malu amei seu blog. Estou começando a mudar meu estilo de vida para um estilo lixo zero (ou próximo disso), ainda encontro muitas dificuldades, uma delas é a aceitação dos estabelecimentos, eles querem pesar na sacolinha deles (plástico) antes de colocar nas minhas, sinto que indiretamente ainda estou produzindo lixo, pois eles jogam a sacolinha que utilizaram na pesagem fora, e se brincar ainda dão risada, mas estou frequentando menos estes estabelecimentos. Outra coisa é levar os potes de vidro, acaba que na balança o vidro pesa bem mais, você pede para eles descontarem o peso dos vidros? Qual tipo de tecido você utilizou para produzir suas sacolinhas? Obrigada, beijos.

    Curtir

    • Malu disse:

      Oi Mariana, fico feliz que você se sinta impelida a mudar de estilo de vida! Sim, existe uma resistência muito grande na sociedade para mudança, pois as pessoas não entendem o motivo de se produzir menos lixo. Eu levo meus potes de vidro e peço para tarar a balança! 🙂 Muita gente faz cara de estranheza. Dependendo do meu humor, eu me empenho em explicar o motivo, senão eu simplesmente digo que eu sou assim mesmo e pronto. 😛 Para as minhas sacolinhas eu usei algodão cru mesmo! Essas eu não peço para tarar. Normalmente vale pagar a diferença porque é muito pequena! Beijos!

      Curtido por 1 pessoa

    • Malu disse:

      Obrigada Fabíola! Sim, o pessoal vai se acostumando conforme você se mostra fiel ao local. No entanto, ainda é difícil fazê-los entender o propósito. Paciência e força! 😀 O blog passará por algumas mudanças este mês (pra melhor). Fique ligada! Beijos!

      Curtir

  2. Andreia Costa dos Santos disse:

    Muito legal seu blog e suas atitudes. Mas não tem como ser ambientalista e continuar a comer carne pois é uma das industrias que mais acaba com o meio ambiente em todos os sentidos.

    Curtir

    • Malu disse:

      Oi Andreia, desculpe a demora em responder. Eu concordo parcialmente com você e vou explicar o motivo. O consumo de carne é realmente muito nocivo ao meio ambiente e nisso concordamos. No entanto, sendo realista, eu não acredito que seja possível fazer com que todos parem de comer carne (nem eu mesma). Pessoalmente, eu reduzi muito meu consumo de carne, especialmente vermelha, mas não parei por completo e não irei parar. Se houvesse um movimento coletivo de redução do consumo de carne já veríamos uma reversão brutal do impacto ambiental da criação de gado. Não que isso fosse “o suficiente”, mas seria um primeiro passo importantíssimo. Assim sendo, também não acredito que possamos ser absolutistas nas nossas afirmações. Não é porque eu tenho uma atitude que ela invalida outra. Ninguém pode ser responsável por todas as mazelas do mundo. Acho que o ideal é que cada um dê seus passos para melhorar seus próprios hábitos e tirar a pressão do meio ambiente. Assim é todos nós andaremos, coletivamente, em direção a um mundo ideal. Um beijo pra você e obrigada pelo seu comentário.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s