Uma visão geral sobre o estilo de vida lixo zero: 5 benefícios que esse estilo de vida pode trazer

Primeiramente, vamos à pergunta que não quer calar:
O que é ser “zero waste” ou “lixo zero”?

O movimento lixo zero (“zero waste”)  nasceu a partir da iniciativa de Béa Johnson, ao perceber os problemas que o excesso de lixo (mesmo recicláveis) pode trazer para a sociedade, para o meio ambiente e para a saúde das pessoas. Para Béa há a regra dos 5 Rs: Refuse, Reduce, Reuse, Recycle & Rot (ou seja: Recuse, Reduza, Reutilize, Recicle e Apodreça – este último está relacionado com a compostagem de materiais orgânicos biodegradáveis) e essa regra deve ser adotada na ordem em que se apresenta a fim de minimizar o impacto ambiental geral.

Esta publicação tem como objetivo dar uma visão geral do que é possível fazer para reduzir sua produção de lixo e – pasme – seus gastos. Sim, adotar atitudes mais ecológicas no seu dia-a-dia pode ter um impacto muito positivo para você, inclusive financeiramente. Ou seja, não só existe o benefício icoletivo ambiental, mas também existe um relacionado ao bem-estar físico e mental e, ainda por cima, o benefício econômico! Vamos lá?

  1. Reciclagem pode se converter em desconto na conta de luz.
    Não sabe como? Veja meu post anterior clicando aqui.


  2. Compras a granel são sempre mais baratas.
    Antes de tudo, dê uma lidinha neste artigo do jornal O Globo: Pequenas Embalagens com Preços Exorbitantes
    Primeiramente, os valores de todo e qualquer produto a granel são bem mais em conta do que os produtos empacotados vendidos no supermercado. Quando você faz compras a granel, você tem a escolha de levar sua sacolinha de tecido ou embalagens de vidro para repor seus itens na quantidade exata que você precisa! Você não vai desperdiçar alimentos e, portanto, não jogará nada fora. Além disso, quem precisa de tanta sacola de lixo se não produz tanto lixo? A natureza agradece.

    Compras

    Minhas compras do último fim de semana (dia 05/06/2015). A maior parte dos produtos foram comprados em lojas a granel, exceto o leite, os ovos e os frios. Com relação aos frios, foi possível solicitar que fatiassem o peito de peru e a peça de queijo muçarela diretamente dentro dos meus potinhos (de metal, diga-se de passagem; uma parte dessa transição tem a ver com o plástico e isso será abordado em um post futuro). No fim das contas, o lixo que será produzido a partir dessa compra será apenas o leite (embalagens tetrapack, pois ainda não encontrei nenhuma marca que vendesse em vidro e na cidade de São Paulo – aceito sugestões nos comentários!), o papel onde vêm os ovos e as etiquetas dos frios – quase imperceptíveis no canto inferior à esquerda, colados à mesa. Aliás, as sacolinhas foram feitas por mim mesma em algodão cru, mas você pode ser criativo: reaproveitar uma roupa velha para fazer as sacolinhas (ou pedir para uma costuteira o fazer), reutilizar aquelas que vêm com sapatos na venda de um par, etc.


  3. Ao comprar da feira local você:
    1. Adquire produtos com menos ou nenhum agrotóxico;
    2. Compra diretamente do produtor, sem intermediários, pagando mais barato;
    3. Incentiva a produção local, ajudando as famílias que dependem dessa fonte de renda;
    4. Ajuda a reduzir a emissão de gases poluentes e responsáveis pelo efeito estufa como o CO2, pois esses produtos viajam por menos tempo para chegar até você;
    5. Ajuda a diminuir o prejuízo da produção, pelo mesmo motivo anterior: o produto não precisa viajar por longas distâncias e correr o risco de estragar até chegar na sua residência;
    6. Elimina amplamente a quantidade de embalagens que se tornarão lixo. Se você levar sacolinhas de tecido e embalagens retornáveis para por suas frutas, legumes, vegetais, você reduzirá ainda mais a produção de lixo.Se você está curioso sobre todos esses benefícios de comprar nas feiras locais, veja o vídeo abaixo:

      Visite http://feirasorganicas.idec.org.br/ e encontre a feira local orgânica mais perto de você.


  4. Você reavalia o que realmente precisa para viver:
    Você realmente precisa comprar aquela roupa da vitrine? Aquele brinco? Mais uma coleção de copos e/ou de pratos? Mais um item de decoração que você nem tem onde expor? Reavaliar o que é realmente essencial na sua vida pode ser algo realmente revelador. Recentemente, pessoalmente, passei por um período em que havia uma grande chance de eu me mudar para fora do país e comecei a perceber o quão apegada a coisas materiais eu era. Nos últimos meses, eu tenho melhorado muito nesse aspecto, pois percebi que preciso de muito menos do que tenho para viver. Vendi várias coisas pela internet (o que continuo fazendo) e, pasme, você não acredita o valor financeiro das “tralhas” que acumulamos em casa e como isso poderia ajudar a quitar nossas dívidas ou bancar um investimento para o futuro ou até mesmo uma viagem dos sonhos! Fiquem atentos, pois este é outro assunto que devo abordar no blog.
    Claro que não serei hipócrita e afirmo que gasto em coisas que sei que me fazem feliz, mas que não necessariamente são materiais: um vinho bacana, uma cerveja especial, uma viagem, etc. Para mim, esse tipo de gasto está envolvido com as boas experiências que a vida proporciona. São poucos os itens materiais que, hoje, me fazem feliz. Mas isso é o resultado de uma mudança que ainda está acontecendo.


  5. Melhoria da sua qualidade de vida
    Não acredita em mim? Então vamos recapitular tudo o que falamos aqui: você vai economizar, comer melhor, reavaliar o que realmente te faz feliz, e ainda vai colaborar para algo maior do que você ao contribuir para a preservação do meio-ambiente. Pesquisas mostram que poucas coisas trazem felicidade na vida após um certo nível de equilíbrio social e econômico: lutar por uma causa na qual acredite!

Para finalizar, gostaria de dizer que é muito difícil conseguir chegar ao ponto de não produzir lixo nenhum. No entanto, é possível diminuir absurdamente a quantidade de lixo produzida com pequenas atitudes no dia-a-dia. E este é um dos focos principais deste blog: mostrar como você pode reduzir o seu lixo e, consequentemente, seu impacto ambiental.

Então, que tal ser ecológico, saudável e feliz?! 😀

6 comentários sobre “Uma visão geral sobre o estilo de vida lixo zero: 5 benefícios que esse estilo de vida pode trazer

  1. Laís @thediabeticviking disse:

    Que gracinha de vídeo, Malu, o da agricultura familiar! Faz pouco tempo que estou aqui na Noruega, mas eu acho que não tem algo como uma feira… =/ Mas muitos produtos do mercado são rotulados “orgânicos”, “verdes”, muitos mesmo. Eles têm uma cultura de reciclagem muito disciplinada e organizada. Mas também reparei que as embalagens são para mais volume… por exemplo, 500g de manteiga e 1,75l de leite em uma embalagem só.Acho que isso já é um passo, né?

    um beijo!

    Curtido por 1 pessoa

  2. MDAstro disse:

    Oi Laís! Sim, os países escandinavos são referência em reciclagem e várias iniciativas ecológicas. Como no Brasil tudo é muito lento com relação a isso, acho que a gente precisa por a mão na massa e fazermos nós mesmos! 😉

    Curtir

  3. mvenancio98 disse:

    Bom post, mas o presunto na imagem chamou a minha atenção. Como ser ecológico sem ser vegano/a? Como falar de sustentabilidade sem falar de veganismo? Sem aderir ao veganismo todas essas medidas sao gotas no oceano. Convido as pessoas que se preocupam com o planeta em que vivemos, a pesquisar acerca do impacto ambiental que tem a pecuária e a pesca. Convido-as também a abrirem os olhos em relação a organizações ambientais (como a GREENPEACE) que em vez de alertarem as pessoas, escondem a verdade. Convido também a assistirem ao documentário COWSPIRACY – O SEGREDO DA SUSTENTABILIDADE.

    Curtir

    • Malu disse:

      Oi mvenancio98, eu entendo seu ponto, mas não concorco com ele totalmente. Acho que cada um pode e deve fazer sua parte na medida do possível. Uma atitude ecológica não invalida a outra. Acho que o veganismo é muito válido e está dentro do propósito de vida lixo-zero. No entanto, acho muito complicado impor uma mudança nos hábitos alimentares de todas as pessoas. Por isso acho que cada um deve procurar fazer sua parte dentro do possível. 🙂 Obrigada pelo seu comentário!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s