Comprovantes.

Reciclar: bom, bonito e… barato?

Que reciclar é bom e bonito, já sabemos.

Mas que história é essa de barato? Será que eu consegui chamar sua atenção, caro leitor? Espero que sim!

Pois é, em meio a esta grande crise hídrica e energética, descobri algo muito interessante na cidade de São Paulo (e depois descobri que isso é feito em outras cidades, como no Rio de Janeiro pela Light Recicla): é possível reduzir os custos da sua energia elétrica ao levar seu lixo para os postos de coleta da AES Eletropaulo e AES Sul (Rio Grande do Sul). Para saber em detalhes o que pode ser reciclado nos postos da AES Eletropaulo e AES Sul, clique aqui.

Veja este vídeo mostrando a experiência das pessoas com essa atitude:

Como sempre acreditei que reciclar é algo imprescindível, há cerca de dois anos eu me disse “chega!”, pois não tinha certeza para onde o meu lixo estava sendo destinado – certamente um lixão qualquer. A partir daquele momento tomei algumas providências para separar o lixo em casa. Uma delas foi procurar exaustivamente lixeiras empilháveis na vertical, pois moro num apartamento de 42m²(abordarei esse tema num próximo post). Portanto, não seria possível separar o lixo em lixeiras comuns. Eu mesma sou cadastrada e já consegui abater um total de R$14,61 desde o dia 09/02 (minha primeira visita) até hoje. (Mas lembrem-se que já levava o meu lixo para a reciclagem há pelo menos dois anos, só mudei de posto de coleta.)

Comprovantes.

Comprovantes da reciclagem com todos os itens discriminados: papel, metais, plástico, etc. e com o valor abatido a partir da reciclagem de cada tipo de material.

Saí até caçando revistas velhas, jornais… Meus colegas de trabalho me passam suas papeladas para reciclagem, e assim vai… Uma coisa é essencial entender, caro leitor, é que não estou incentivando a criação de lixo (muito pelo contrário)! Mas apenas que, o lixo que já é naturalmente produzido, seja corretamente encaminhado para a reciclagem e não vá parar em aterros sanitários, contaminando o solo e emitindo gases estufas. Lembrando ainda que podemos reciclar resíduos orgânicos também (clique no link anterior)! Esse tipo de reciclagem se chama compostagem! Mas isso é tópico para um próximo post!

Informação mais chocante deste post: apesar de a economia parecer pequena, ou seja, apenas R$ 14,61, a quantidade de material que eu levei para a reciclagem foi nada menos do que 143,05 kg de lixo! Sim, não digitei errado: 143,05 kg! Muito desse lixo não é meu, eu coletei de outras pessoas. Uma outra parte são garrafas de vidro de vinho, que eu aprecio bastante e que colaboram muito para esse número ser alto – afinal, garrafas de vidro pesam bastante.

Resumindo, temos 143,05 kg de lixo reciclados e que deixaram de ir pros aterros sanitários! Maior recompensa do que essa não existe. O planeta Terra é um só e devemos cuidá-lo dele com o mesmo carinho que nossos lares – afinal, a Terra é o nosso lar comum.

Boa reciclagem e boas economias!

2 comentários sobre “Reciclar: bom, bonito e… barato?

  1. Diego Palomo disse:

    Acho bacana a sua atitude, pois acabo lendo esse texto num momento no qual tenho estudado qual o impacto da mudança benéfica de atitude de um indivíduo para a sociedade em geral.

    De fato, essa quantia toda faz muita diferença, mesmo que não pareça nada perto da quantidade diária produzida pela cidade.

    Acredito que ao provar por a+b que a reciclagem total é a forma mais eficiente de economizar grana e melhorar o lugar em que vivemos, você incentiva uma corrente de conscientização nesse sentido 🙂

    Curtido por 1 pessoa

    • MDAstro disse:

      Diego, muito obrigada pelas tuas belas palavras! O feedback das pessoas é muito importante para mim. Minhas publicações têm como objetivo mostrar que é possível vivermos uma vida com menor impacto ambiental e que isso não necessariamente é algo que dê tanto trabalho assim. Outros benefícios, como o financeiro, são estratégias de incentivo para a população. Isso é importante. Espero poder contribuir com a difusão dessas informações entre o maior número de pessoas possível. Se você tiver outras ideias e sugestões, estou aberta a recebê-las!
      Um forte abraço e obrigada mais uma vez!
      Malu

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s